" A verdadeira afeição na longa ausência se prova"

Luís de Camões

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Um pouco de reflexão

Hoje, em véspera de fim de ano, trago uma crônica do escritor e jornalista Caxiense já mencionado neste blog durante o ano, Marcos Fernando Kirst.
Ela não deve ter sido escrita como mensagem de fim de ano, até porque foi publicada no blog do autor em setembro de 2011, mas vem muito a calhar nesta data também. Afinal, não queremos SEMPRE amanhecer nos dias 1º como novos homens e mulheres? Não queremos SEMPRE mudar, sermos melhores?
Mas a palavra SEMPRE é muito forte. Para SEMPRE não existe e NUNCA é muito tempo, já dizia o poeta. Então mude o que não te agrada, afinal, quanto tempo dura o SEMPRE?


Foi sempre assim?

Estou convicto de que a evolução é uma das mais significativas características que moldam a história da humanidade através das eras. Mais do que a mera evolução biológica, interessa-me a evolução social de nossa espécie, manifestada por meio do aprimoramento dos indivíduos em si, das regras das sociedades em que convivem e, por consequência, do próprio conceito de humanidade. A evolução é um processo contínuo e permanente de transformação, na busca por melhores condições de vida a todos.
O contrário desse processo é a inércia, a estagnação, que agem como forças poderosas regidas pelos interesses sempre de alguns poucos, no sentido de manter privilégios em detrimento do alargamento do bem comum. A evolução, portanto, não se dá de forma natural, mas, sim, decorre da determinação de indivíduos ou grupos de indivíduos que se municiam da coragem necessária para empreender as transformações que alteram o quadro vigente e alçam a história para novos e mais significativos patamares.
“Sempre foi desse jeito, as coisas sempre foram assim” é o falso argumento que sustenta a tentativa de manutenção de uma situação que começa a caducar frente a uma nova visão de mundo que se estabelece. Até o início do século 18, na Europa, por exemplo, a visão que se tinha de poder político era aquela que conferia aos reis o dom divino de governar. “Sempre fora assim”, até que começaram a entrar em cena as visões transformadoras do filósofo Jean-Jaques Rousseou, afirmando que o poder político emanava era do povo, e não de Deus.
Africanos foram capturados, feitos prisioneiros e trazidos ao Novo Mundo para serem escravos e servirem aos senhores brancos. “Sempre fora assim”, até que, enfim, o “assim” ficou inaceitável e foi mudado. Mulheres não tinham direito a voto, nem a voz, nem ao mercado de trabalho, como “sempre”. Até que o “sempre” foi questionado e transformado. Tudo o que “sempre foi assim” acaba chegando ao fim quando seus propósitos não atendem mais aos anseios de uma comunidade em constante processo de transformação. É preciso estar em sintonia com os novos tempos, para não correr o risco de ter a cabeça guilhotinada por defender arcaísmos.
(Crônica publicada no jornal Pioneiro em 23 de setembro de 2011)

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O que eu aprendi com as correntes que recebi em 2011

Não tão simultaneo assim, mas em parceria com os queridos amigos, compadre e comadre de blog, respectivamente Andrei e Dani venho postar mais um típico texto de final de ano. Um ótimo 2012 a todos!!!


1. Já não saco dinheiro em caixa eletrônico porque vão me colar um adesivo amarelo ou jogar uma linha no meu ombro e quando eu dobrar a esquina vão me roubar;


2. Já não tomo Coca-cola porque me avisaram que serve pra limpar mármore e que um cara caiu no tanque da fábrica e ficou totalmente corroído;

3. Não vou ao cinema com medo de sentar numa agulha contaminada com o vírus da Aids;

4. Estou com uma inhaca de gambá violenta porque desodorante causa câncer de mama;

5. Não estaciono o carro em shopping center com medo de cheirar perfume e ser sequestrado;

6. Não atendo meu celular com medo que alguém peça para digitar 55533216450123=t4rh2 e eu tenha que pagar uma fortuna de ligação para o Irã, ou então ouça um analfabeto dizer que sequestrou minha filha enquanto um outro analfabeto bandido fica gritando que nem viado ...ai pai, ai pai;

7. Não como mais Bigmac pois é tudo feito com carne de minhoca com anabolizante;

8. Não como mais carne de frango, chester e nem vou no Kfc pois os frangos foram alterados geneticamente, tomam hormônios femininos e têm seis asas, oito coxas e não têm bico, penas nem cabeça;

9. Não saio com mais ninguém porque tenho medo de acordar na banheira cheia de gelo e sem meus rins;

10.Refrigerante em lata, nem pensar!!! Tenho medo de morrer de leptospirose do mijo do rato;

11. Não tenho mais nenhum tostão pois doei tudo para a campanha em prol das operações da Nildinha, Beatriz e Flavinha que são as meninas que precisam fazer uma operação urgente, que elas só tem mais dois meses de vida (desde 1993);

12. Escrevi em 500 notas de R$1,00 uma mensagem para a nossa senhora da frieira, para me dar muito dinheiro, e acabei perdendo umas 20 notas pois eu escrevi demais;

13. Este mês devo receber o meu celular Ericsson, por ter repassado os e-mails para 2366 amigos, e mês que vem recebo os U$1.000,00 da Aol e da Microsoft, além dos prêmios da Nestlé;

14. Não bebo mais refrigerante Kuat, pois ele tem uma substância que causa câncer;

15. Jesus e nossa senhora já devem estar morando lá em casa de tanta visita deles que recebo por e-mail;

16. Já não repasso mais a foto daquela menina de 3 anos sequestrada, filha do seu amigo da Petrobrás ( hoje ela deve ter uns 12 anos)



“ENTÃO, AMADÍSSIMOS CRIADORES DE CORRENTES, SE VOCÊS NÃO PASSAREM ESTA CORRENTE, PARA CENTO E QUINZE MIL AMIGOS, EM EXATOS CINCO MINUTOS, UM URUBU VAI TE CAGAR, E VOCÊ VAI VIVER DOENTE PRO RESTO DA VIDA!"


A TODOS MEUS AMIGOS, FAMILIARES E CONHECIDOS....

Para todos aqueles que em 2011 me passaram correntes dizendo que, se eu as reenviasse, ia ficar rico ou milionário, informo que NÃO FUNCIONOU!

Em 2012 por favor mandem dinheiro, presentes, vales de gasolina, tickets, etc.


PS: Obrigado.


Fontes:

http://kasadojoao.wordpress.com/2009/11/26/16-coisas-que-aprendi-com-as-correntes-de-e-mail/

http://jegueatomico.blogspot.com/2010/02/coisas-que-aprendi-com-correntes-de-e.html

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Risos!

Final de ano não tem jeito, acabamos sempre pensando no que aconteceu durante o ano que está acabando e o que queremos para o ano que vai começar.
Então deixo aqui algumas coisas que me fizeram rir.
Alias você sabia que...
Cerca de 15 músculos do rosto são acionados em uma risada.
Uma risada faz com que seu organismo trabalhe com mais intensidade e conseqüentemente gaste mais energia.
O coração passa a bater mais rápido, mandando mais sangue para mais partes do corpo.
O peito sobe e desce fazendo com que os músculos da barriga façam um movimento semelhante a um exercício físico, deixando-os mais fortes.
A gargalhada estimula a liberação de endorfinas, neurotransmissores que amenizam  a dor e causam uma sensação de prazer.
A risada tem também um efeito anestésico  e pode aumentar a imunidade do organismo e retardar o envelhecimento da pele, funcionando também como um antídoto anti-rugas.
Tudo isso e muito mais. Veja também:
http://hypescience.com/rir-para-emagrecer/



























terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O que é mesmo???

Estava lendo calmamente o livro ‘Conversa na Catedral’ de Mario Vargas Llosa quando me deparei com uma palavra desconhecida, pensei cadê meu amigo dicionário?
Como não tinha nenhum por perto o tio Google me ajudou.
O que é mesmo epônimo?
Da Wikipédia epônimo (português brasileiro) ou epónimo (português europeu) é uma personalidade histórica ou lendária que dá, ou empresta o seu nome a alguma coisa, um lugar, época, tribo, dinastia, etc. Como herói epónimo designa-se o fundador, real ou mítico, de uma cidade, família, dinastia, etc.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ep%C3%B3nimo

Pesquisando mais um pouco...

A história do epônimos

As palavras epõnimas fazem parte do cotidiano mas permanecem com as origens desconhecidas para muita gente.
O termo “daltônico” por exemplo, vejam que história interessante:
Os daltônicos são indivíduos portadores do daltonismo, uma doença que impede o reconhecimento de uma cor específica ou de várias tonalidades. O nome foi inspirado no químico britânico John Dalton (1766-1844, foto) que descobriu esse tipo de deficiência na visão. Ele mesmo tinha o problema e percebeu isso quando foi comprar meias de presente para sua mãe. Nessa ocasião pensou que havia adquirido meias azuis que, na verdade, eram vermelhas.

http://www.walkshow.com.br/materia.asp?c=444

Quer saber se você é daltônico?
Faça o teste da imagem, o que você vê?


 



Existem inúmeras classes de epônimos. Vocábulos como darwinismo, freudiano, shakespeareano derivam do nome de autores famosos. Há também os de natureza científica, pois centenas de pesquisadores deixaram sua marca no vocabulário médico (mal de Parkinson, síndrome de Down) e o mesmo ocorre nas classificações da Botânica e da Zoologia, nas quais essa quantidade chega a milhares.

O epônimo é uma forma literária de homenagear os feitos de pessoas em carne e osso que ficaram, assim, imortalizadas por meio das palavras.

Pois é, ler nos proporciona dessas coisas. Descobrir significados que nem sequer imaginávamos que existissem. Faça o teste, leia muito, leia até cansar e descubram o significado das palavras estranhas. Se quiser comente essa postagem, diga se é Daltônico ou compartilhe suas palavras desconhecidas.

FICA A DICA ;-)

domingo, 25 de dezembro de 2011

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

De volta e com muita saudade

Queridos leitores que acompanham este blog:
Fiquei um tempo sem postar nada, explico: final de semestre, início de análises do projeto de compostagens, quatro estações em um dia aqui em Caxias do Sul (odeio inverno), enfim, fiquei meio atarefada e cansada para escrever. Estou voltando. Agora de férias, verão maravilhoso, cabeça fria e com novas idéias quem sabe...

 “ Quero apenas uma caneta
Pra aliviar minha dor. ”
Leandro Angonese


quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Capricórnio


(de 22 de dezembro a 20 de janeiro)

A capricorniana é capricornial
Como a cabra de João Cabral.
Eu amo a mulher de capricórnio
Por que ela nunca lhe põe os próprios.
A caprina é tão ciumenta
Que até o ciúmes ela inventa.
Mulher fiel está aí: é cabra
Só que com muito abracadabra.
Suas flores: a papoula e o cânhamo
De onde vem o ópio e a maconha
Ela é uma curtição medonha
Por isso nos capricorniamos.



Vinicius de Moraes



 

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Eleições para o Diretório Acadêmico 2012

Venho divulgar o edital  de eleições para o Diretório Acadêmico do curso de Agronomia UCS-Caxias gestão 2012.
O prazo já esta acabando mas ainda há tempo.
Vamos montar nossas chapas e lutar pela melhoria do nosso curso tão querido.

Universidade de Caxias do Sul
Diretório Acadêmico de Agronomia

Edital de Eleições para Diretório Acadêmico
 

Art. 1º – O Diretório Acadêmico de Agronomia da Universidade de Caxias do Sul declara aberto o processo de inscrição de chapas para a eleição de sua nova diretoria, no período de 2012, na forma estabelecida pelo Estatuto do Diretório.

CAPÍTULO I

Da Comissão Eleitoral

Art. 2º – A comissão Eleitoral que coordenará as eleições será o Diretório Acadêmico de Agronomia.

CAPÍTULO II

Das inscrições

Art. 3º – A inscrição de chapas dar-se-á dos dias 21 a 25 de novembro de 2011. As inscrições deverão ser feitas com o Diretório Acadêmico de Agronomia ( Componentes da Atual Gestão)

§1º. A apresentação das chapas deverá estar completa em seu número de 7 (sete) componentes regularmente matriculados(as) no curso de Agronomia, contendo nome e o número de matrícula dos/as respectivos/as integrantes.

§ 2°. A inscrição de chapas deverá trazer os estudantes nos seguintes cargos:

Presidente, Vice-presidente, Terceiro-presidente, Secretário, Vice-secretário, Tesoureiro e Vice-tesoureiro;

§3º. Após a data e horário de encerramento das inscrições das chapas, só poderão ser feitas substituições em caso de impugnação de quaisquer candidatos(as).

CAPÍTULO III

Da Homologação

Art. 4º. A homologação das chapas inscritas será realizada no dia 25 de novembro de 2011, na sala do Diretório Acadêmico de Agronomia. A homologação dar-se-á pelos requisitos que seguem:

I. Será considerada inscrita a Chapa que protocolar, no prazo supra, relação dos 7 (sete) membros, respeitando o Art. 3º, §1º e §2º deste edital, em duas vias, que deverão ser autenticadas pela Comissão Eleitoral, sendo a segunda via o comprovante de inscrição.

II. O número da chapa seguirá a ordem de inscrição.

III. Só poderão compor chapa os/as estudantes regularmente matriculados no curso de Agronomia da UCS.

CAPÍTULO IV

Da Campanha

Art. 6º. A campanha eleitoral terá início no dia 28 de novembro de 2011, estendendo-se até o dia 30 de novembro de 2011.

Art. 7º. A campanha deverá transcorrer dentro dos princípios éticos e morais, em que se preze um processo justo, democrático e transparente.

CAPÍTULO V

Da Votação

Art. 8º. A votação acontecerá nos dias 1° e 2° de dezembro de 2011, em urna localizada no saguão do Bloco 57 das 14 ás 17 horas.

CAPÍTULO VI

Dos Eleitores

Art. 9º. Poderão votar nas eleições todos/as estudantes regularmente matriculados no curso de Agronomia, no segundo semestre de 2011. Todos estudantes devem apresentar documento de identificação com foto.

CAPÍTULO VII

Da Apuração

Art 10°. A apuração e divulgação do resultado dos votos acontecerá logo após o término das eleições e será realizada pelos integrantes atuais do Diretório Acadêmico de Agronomia.

Vamo lá galera!!!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Sagitário

(de 22 de novembro a 21 de dezembro)

As mulheres sagitarianas
São abnegadas e bacanas
Mas não lhe venham com grossuras
Nem injustiças ou censuras
Porque ela custa mas se esquenta
E pode ser muito violenta.
Aí, o homem que se cuide...
- Também, quem gosta de censura!

Vinícius de Moraes



quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Para refletir...

Excluindo algumas coisas que não tinham utilidade em meu computador encontrei um texto.
Desejei junto com o autor cada 'tomara' que ele escreveu e agora quero dividir com vocês que gostam de ler este blog.

Tomara
Que você volte depressa
Que você não se despeça
Nunca mais do meu carinho
E chore, se arrependa
E pense muito
Que é melhor se sofrer junto
Que viver feliz sozinho

Tomara
Que a tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz

E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais...

Vinícius de Moraes

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Minhas últimas leituras

Venho para recomendar os últimos livros que li.
O gato que não sabia de nada, de Marcos Fernando Kirst. Jornalista e escritor gaúcho. Reside atualmente em Caxias do Sul. Tem vários livros publicados e em andamento, escreve para jornais e revistas. Kirst administra um blog onde quem ficou curioso pode conferir tudo sobre suas obras: http://futilidadesliterais.blogspot.com/
Um gato com crises de identidade? Que não sabe se é gato, se é cachorro ou se faz parte de uma pilha de livros? Que se relaciona com o mundo novo que ele descobre à sua volta e depois publica suas reflexões em forma de livro? Um gato escritor? Essa deliciosa aventura é narrada aqui pelo gatinho-filósofo Bioy, que resolve dar uma de investigador para desvendar um grande mistério em seu novo lar. E, como todo gato que se preze, também se meter em divertidas e inesquecíveis confusões.



Namoro, do Prof. Felipe Aquino. Este livro pousou por acaso em minhas mãos. Quem não for católico, a menos que não refute nenhum tipo de leitura, acredito que não aproveitará muito o livro. Mas independente de religião ele trás algumas dicas para a vida que se observadas com atenção serão bem vindas.
 O namoro tem se transformado em uma triste experiência para muitos jovens, porque perdeu o seu sentido. Para muitos tornou-se apenas uma "aventura" ou uma "transa" perigosa.
Há mais de 30 anos o Prof. Felipe Aquino tabalha com jovens e casais, orientando-os em cursos, palestras, Encontros, etc.
Neste livro sobre Namoro, ele apresenta a sua importância para os jovens, já que, como diz, "o casamento é um namoro que deu certo".
Com este livro os jovens poderão se preparar bem para o namoro e o casamento, sem deixar que o seu relacionamento se transforme em algo triste ou vazio.
É um livro muito recomendado também para os pais, professores, educadores, enfim, todos aqueles que trabalham com jovens.




Por que os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor? , de Allan e Barbara Pease.
Este livro ficou na minha lista por muito tempo, finalmente lido recomendo.  Você vai aprender sobre si, sobre o sexo oposto e como melhorar seus relacionamentos. Muito gostoso de ler, fluente e divertido.
Neste livro você vai conhecer os importantes avanços da ciência da evolução humana e como suas descobertas se aplicam ao relacionamento entre homens e mulheres. Serão apresentadas algumas conclusões perturbadoras e controvérsias vão surgir, mas vamos nos reconhecer, entender melhor muitas coisas e, certamente, aprender a conviver melhor. Você vai saber entre outras coisas: Por que as mulheres se desesperam com o silêncio dos homens; por que os homens não devem mentir para as mulheres; por que as mulheres são mais fiéis do que os homens; por que os homens monopolizam o controle remoto; por que as mulheres têm dificuldade de estacionar junto à calçada; e por que os homens detestam crítica; por que quando estressados os homens se calam e as mulheres falam tanto.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Ola que tal!

Minha primeira viagem para fora do país foi para o Uruguai.

Alguns alunos da agronomia juntamente com a professora Marcele se interessaram e montaram um núcleo de estudo em produção animal ( NEPA,  http://agrovet.no.comunidades.net/index.php ).

Semana passada no dia 23, pegamos nossa mala e nossa cuia literalmente e partimos rumo Montevidéu para a XXII Reunião Latinoamericana de Produção Animal ( https://sites.google.com/site/por2011alpauruguay/home ).

A viagem foi maravilhosa. Com certeza cada um aproveitou ao máximo do seu jeito, pois havia ali acadêmicos em diferentes etapas do curso, alguns já estão se formando e aproveitaram para fazer contatos. Alguns estão ainda no inicio e o conhecimento adquirido foi de valor inestimável. Todos nos divertimos muito. Fizemos novas amizades e fortificamos as antigas. Na volta uma parada no Chuí para compras e agora só a saudade e a vontade de repetir muitas outras vezes.



Agronomia UCS - Caxias e Vacaria


Momentos

Eu

Escorpião

(de 23 de outubro a 21 de novembro)

Mulher de escorpião
Comigo não!
É Abelha Mestra
É a Viúva Negra
Só vai de vedete
Nunca de extra.
Cria o chamado conflito
de personalidades.
É mãe tirana
Mulher tirana
Irmã tirana
Filha tirana
Neta tirana
tirana tirana.
Agora, de cama diz
que é boa paca.

Vinicius de Moraes


sábado, 22 de outubro de 2011

Mecanização agrícola

Em Mecanização Agrícola já aprendemos várias coisas, começamos com a história dos motores e seu desenvolvimento. Vimos nos motores suas partes e funções. As demais partes do trator e suas funções. Agora estamos estudando os implementos agrícolas e suas aplicações. Além de ver tudo isso na teoria saímos a campo e ampliamos nosso aprendizado. Juntos, alunos e professor construímos nosso conhecimento.
Abaixo algumas fotos da 1ª aula prática de trator.

Turma de Mecanização agrícola e no centro o professor Henrique Cunha


Acadêmicos no comenando


A mulherada não ficou pra trás


A mulherada não ficou pra trás



Eu também fiz a minha parte


Área estudada

domingo, 16 de outubro de 2011

Meu conto vão

Amigos leitores,
aceitei o desafio do meu amigo Uili e escrevi um conto para o blog dele http://contosdeamoresvaos.blogspot.com/
alguém mais se habilita???
confiram o blog, leiam o livro ' Contos de amores vãos' se inspirem e escrevam, enviem pare ele e ele publicará, FICAADICA!


Do pré-conceito a um quase amor


Eu não era mais nenhuma garotinha e meu coração andava dando-me alguns sustos, herança de família. Mas desta vez acompanhado do susto veio uma surpresa.

Ele sempre estava no hospital, estagiário aplicado, nos conhecemos quando ele fez minha ficha, eu estava muito nervosa, com medo. Nem sei como cheguei até o plantão naquela madrugada, meu coração parecia que queria deixar meu corpo. E o garoto sabendo das burocracias e das dificuldades que eu ainda iria enfrentar naquela fila do SUS, me distraiu com uma conversa casual. Verificou minha pressão e ao voltar ao normal começou a brincar com meu sobrenome, Sasso. Italiana forte como teu sobrenome já diz, vai ficar boa logo. Digo isso por que conheço bem a raça, sou Menin. Seu nome eu nem perguntei, mas o sobrenome era difícil esquecer. Víamos-nos sempre quando eu precisava voltar ao hospital até que eu recebi alta.

Um dia voltei ao hospital, não tinha nenhuma doença, era só pra ver aquele anjo novamente, mas ele não se encontrava mais lá. Quase entrei em desespero, era muito bom conversar com ele e sentir o calor daquele olhar.

Mas graças aos céus, ou melhor, a algum iluminado que inventou a tecnologia, hoje é tão comum termos computador e internet, trocamos e-mails e tudo se desenrolou. Resistimos o quanto pudemos. Era meio irreal. Mas não teve jeito, a paixão era mais forte, nos entregamos.

Marcamos um café, fiquei muito nervosa, pensei que ele ia desistir. Mas ele veio. Aquele sorriso brincalhão de menino. O coração disparava, as mãos tremiam e os nossos olhares quase nos despiram. Parecíamos adolescentes, faz algum tempo, mas ainda lembro-me da deliciosa sensação adolescente, um misto de medo e coragem, sensação de que conquistaríamos o mundo, nada seria impossível para nós.

Resolvemos sair, ir à um parque que havia ali perto do café onde estávamos. O parque estava quase vazio, era muito belo, devia encher nos finais de semana. Em um canto do parque vimos uma simpática capelinha com a imagem de um santo e uma pequena fonte ao lado.

Sem mais nos rendemos ao primeiro beijo. Apaixonado, foi o beijo que selou aquele amor. Envolvia-me em seus braços de um jeito que me fazia não querer outra coisa nessa vida. Em seus braços descobri o que é amar e amando é como se eu tivesse nascido de novo e não é justamente ao nascer que começamos a morrer?

Não conseguimos namorar de verdade. Nossas famílias não aceitariam. A sociedade não veria com bons olhos um casal tão diferente. Mas vivemos intensamente nosso amor durante meses às escondidas. Ele continuava com a vida dele e eu com a minha, nosso caso era como uma segunda vida. Fingíamos que poderia ser assim. Um universo maravilhoso era quando estávamos juntos, mas, havia outro universo onde um não podia ser do outro.

Então chegou o dia que o destino fez o que não tínhamos força para fazer.

Uma tragédia no Haiti mobilizou muitas pessoas e o meu Menin se foi, faltava pouco para se formar em medicina, mas já era um excelente profissional e muitas vidas precisavam dele. Certificou-se primeiro que um bom médico cuidaria do meu coração enquanto ele estivesse longe, nos encontramos pela última vez no parque e ele partiu.

Tinha certeza que não ficaria muito tempo fora. Acompanhava o noticiário todos os dias, até que reportaram um acidente. Muitas pessoas morreram inclusive alguns dos que prestavam socorro. Foi um baque. Meu coração não suportou. Fui levada às pressas para o plantão. Eu sobrevivi, mas nunca mais tive notícias do meu Menin.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Coincidência???

Que loucura essa vida. Há exatamente um ano, dia 13/10/10 alguém me contou que estava lendo “Conversa na catedral” de Mario Vargas Llosa e me propôs a experiência de termos uma conversa na catedral.
Hoje 13/10/11 fui à biblioteca da UCS estudar para minha monstruosa prova de Genética Geral. Procurei um lugar para me sentar, olhei logo para meu local preferido, a ultima mesa na lateral das estantes, mas estava ocupada. Sentei em outra qualquer. De repente olho para o lado distraidamente e leio o seguinte título  “Conversa na catedral” de Mario Vargas Llosa. O livro é enorme, tem 789 páginas, já havia pensado nele meses atrás mas resolvi deixar para outro momento, talvez nas férias  da faculdade, quando teria mais tempo livre.
Mas será que não deveria iniciar essa leitura hoje?
Nada me garante que estarei viva nas próximas férias, então pra que esperar?
Este título se insinuou para mim pela 3ª vez, 789 páginas não é coisa pouca, acho que ele pode ter algo interessante a me dizer.
Pois então é hoje mesmo que iniciarei essa leitura.






Sinopse:

Em 'Conversa na Catedral', o jornalista Santiago Zavala, o Zavalita, dialoga com os amigos Ambrosio e Carlitos, numa mesa do Bar La Catedral, em Lima, na época do ditador general Manuel A. Odría, de 1948 a 1956. Desses papos de boteco emerge um Peru cruel, corrupto, desesperançado que serviu de matéria-prima para a construção desta obra.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

12 de outubro Dia do Engenheiro Agrônomo!!!

Hoje comemoramos um feriado triplo, Dia da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, Dia das crianças e Dia do Engenheiro Agrônomo.

A quem tem fé vamos pedir que Nossa Senhora nunca deixe de olhar por nós. Quem tem mais que 12 anos nunca deixe a criança que vive em seu coração crescer, é ela que deixará os dias difíceis menos dramáticos. E a todos os Agrônomos e futuros Agrônomos como eu um grande viva e muito sucesso nessa profissão linda e apaixonante!!!

Obs.: você sabe porque o Engenheiro Agrônomo e as Crianças têm o mesmo dia:
Porque ambos representam a esperança de se construir uma sociedade cada vez melhor, reduzindo as diferenças entre os indivíduos.

Um pouco sobre a Agronomia:

Apesar de ser Agronomia o conjunto das ciências e dos princípios que regem a prática da agricultura, o profissional de Agronomia, cujo título é de engenheiro agrônomo, tem uma profissão com amplas possibilidades não só na área de Agricultura, no setor rural, como também no urbano. Este profissional poderá ter contato com as mais atuais políticas de preservação e conservação do meio ambiente e está inserido no mercado hoje chamado de agrobusiness, que alcança o trabalho nas fazendas, na indústria, nos institutos de pesquisa e no comércio de produtos agropecuários.



quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Parabéns!!!





Hoje é um dia muito feliz, porque estou comemorando um ano da existência deste blog. Sempre desejei muito sua criação e hoje já faz um ano.
Ele começou tímido. Cada nova visita ainda é uma grande emoção, cada comentário ou contado adquirido através dele é um presente gratificante.
Muito obrigada pelos mais de 9 mil visitantes!


domingo, 2 de outubro de 2011

27ª Feira do Livro de Caxias do Sul

Teve inicio na última sexta-feira, dia 30 de setembro, a 27ª Feira do Livro de Caxias do Sul, que vai até dia 16 de outubro.
Ela tem como tema este ano: “Cultivando livros, florescendo idéias”.




A coluna do Marcos F. Kirst da semana passada deu as boas-vindas para nossa tão esperada e querida Feira do Livro, com um tom muito divertido.
Confiram:

Embarque na Praça Dante

Atenção senhores passageiros do voo 027 partindo de Caxias do Sul com destino às mais altas nuvens da literatura local, nacional e universal, favor dirigirem-se a partir desta sexta-feira ao portão de embarque da Praça Dante Alighieri. A decolagem está prevista para logo mais, às 18h30min, na plataforma do palco central da Feira do Livro de Caxias do Sul. Tenham em mãos seus cartões de embarque, constituídos pela vontade de ler, de vasculhar livros, de circular pelos estandes das livrarias, de encontrar pessoas, de bater papo com autores, de capturar autógrafos nas sessões de lançamento, de participar dos debates, de ler no Leiturário, de frequentar o café literário, de respirar cultura.

A previsão de duração de voo até o nosso destino, as paradisíacas praias do crescimento pessoal a partir da leitura, é de 17 dias, independentemente de sol ou chuva, uma vez que não existe mau tempo quando se trata de alçar a viagem da literatura. Sobrevoaremos ininterruptamente a Praça Dante, nos esforçando para proporcionar a todos os passageiros o melhor serviço de bordo capaz de agradar aos clientes de nossa companhia literária. No cardápio, oferecemos uma dieta de leitura farta, eclética e compatível com todos os gostos, da poesia à crônica, do romance à autoajuda, dos contos às fábulas, apta a alimentar os espíritos de todas as gentes.

Oferecemos às crianças que optam por nossos serviços um atendimento personalizado, com cabines especialmente projetadas para os seus interesses e gostos, bem como uma programação específica elaborada no sentido de fidelizá-las para sempre em nossa companhia e na dos livros. Em caso de turbulência, não se espantem: é apenas o tremor causado pela algazarra dos pequenos leitores correndo a bordo de nossa aeronave, entusiasmados com a diversidade de livros a seu dispor durante o passeio.

Não há distinções de classe em nossa aeronave, sendo permitido o acesso livre dos passageiros a todas as dependências existentes, criadas para o deleite de todos. Se a bagagem de mão forem livros, não há nenhum limite de peso por passageiro. Desapertem os cintos, circulem à vontade e uma ótima viagem a todos, sob os cuidados da comandante Luiza Motta e do patrono-piloto Marco de Menezes.

(Crônica publicada no jornal Pioneiro em 30 de setembro de 2011)
Fonte: http://futilidadesliterais.blogspot.com/

A programação do final de semana estava ótima, infelizmente não pude ir. Vida de estudante não é fácil(nem tão difícil), esta semana terei que conciliar a Semana Acadêmica, provas e Feira do Livro, mas vai da tempo pra tudo, tem que dar.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

IV Semana Acadêmica da Agronomia UCS

Galera esse ano tá muito bacana!!!
Vamos lá participar!!!



Segue no site da UCS a programação:
 http://www.ucs.br/ucs/eventos/4_semana_academica_agronomia/apresentacao


Ou no Blog da Agronomia: http://agroucs.blogspot.com/

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Convite

Repassando o convite aos colegas de agronomia e interessados no assunto.

Fórum Social Municipal da Agricultura de Caxias do Sul

A Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Cooperativa Nova Aliança, Inspetoria Veterinária, Laboratório de Referência Enológica, Sindicato Rural e Sindicato dos Trabalhadores Rurais convidam para o "Fórum Municipal da Agricultura de Caxias do Sul"

Data: 28 de Setembro de 2011
Local: Bloco H - Universidade de Caxias do Sul (UCS)
Horário: 13 horas e 30 minutos

Apresentação do Tema: Hélio Marchioro

Eixo Sustentabilidade Urbana e Rural

Oficinas Temáticas:
1) Agroecologia: Desafios e perspectivas na Sustentabilidade Agropecuária
2) Potencialidade e Fragilidades da Propriedade Rural
3) Potencialidade e Fragilidades Pós-Produção
4) A Sucessão da propriedade Rural com ênfase na Juventude Rural

*Contamos com a Vossa Presença para a discussão destes relevantes assuntos.

A comissão agradece.

Att. Comissão Organizadora

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Músicas deixam saudades

Acabo de ouvir uma música que me trás muita saudade e sua letra tem muito a dizer.
Se não sabe o que ouvir, ou ouvir de novo, fica a dica!!!



Aonde Quer Que Eu Vá

Os Paralamas do Sucesso


Olhos fechados
Prá te encontrar
Não estou ao seu lado
Mas posso sonhar
Aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
Aonde quer que eu vá
Aonde quer que eu vá...

Não sei bem certo
Se é só ilusão
Se é você já perto
Se é intuição
E aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
Aonde quer que eu vá
Aonde quer que eu vá...

Longe daqui
Longe de tudo
Meus sonhos vão te buscar
Volta prá mim
Vem pro meu mundo
Eu sempre vou te esperar
Larará! Lararára!...


Não sei bem certo
Se é só ilusão
Se é você já perto
Se é intuição
E aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
Aonde quer que eu vá
Aonde quer que eu vá...

Lá! Larará! Larará!
Lá! Larará! Larará!
Aonde quer que eu vá
Lá! Larará! Larará!
Lá! Larará! Larará!
Lá! Larará! Larará!
Aonde quer que eu vá...

sábado, 24 de setembro de 2011

Alho, cebola e beijo na boca

A dica de hoje é um livro que me rendeu muitas risadas. Textos bem humorados, divertidos e alguns com um tom bastante irônico.
Fiquei muito intrigada com a combinação de alho, cebola e beijo na boca, mas não é que essa loucura deu certo? A crônica que da nome ao livro explica direitinho o quero dizer.



O autor, Fernando Botto, nasceu na capital paranaense em 1975. É professor universitário, formado em Direito, especialista em Negócios Internacionais pela UFSC, graduado em Psicologia e pós-graduado em Saúde Mental, Psicopatologia e Psicanálise pela PUCPR.
Eclético, também já Cursou Agronomia, Química e Letras.
Relaxe e aproveite a leitura!
Fica a dica! ;-)

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Libra

(de 23 de setembro a 22 de (outubro)

A mulher de libra
Não tem muita fibra
Mas vibra.
Quer ver uma libriana contente?
Dê-lhe um presente.
Quando o marido a trai
A mulher de libra
balanças, mas não cai.
Se você a paparica
Ela fica.
Com librium ou sem librium
Salve, venusina
Que guarda o equilíbrio
Na corda mais fina.

Vinicius de Moraes



Bem-vinda Primavera!!!

Com um dia chuvoso e um pouco frio, temos início no hemisfésrio sul a Primavera.
Que ela traga à nossa vida e a nossos corações todo seu perfumes e suas cores.
Que traga alegria!!!
Seja bem-vinda querida Primavera!!!


sábado, 17 de setembro de 2011

Fica a dica

Abrindo o jornal pioneiro de hoje senti muito orgulho de ver a foto de meu colega de agronomia. Sei que ele defende com muita bravura seus ideais e cuidar de nosso planeta é um deles, se cada um de nós fizesse um pouquinho, nosso mundo seria muito melhor. Confiram a reportagem e sigam o exemplo, fica a dica ;-)

Familia transforma lixo orgânico em adubo

O estudante de agronomia Maurício Argenta Chies, 22 anos, começou a cuidar do lixo a partir do exemplo do pai, o engenheiro civil Rudimar Antônio Chies, 54. O jovem lembra que foi crescendo ouvindo os ensinamentos da família.
– Sempre tivemos o costume de reciclar o material orgânico na horta, transformando-o em adubo. Assim, além de reaproveitar restos de alimentos, também ajudamos a terra a gerar hortaliças de qualidade – explica.
Maurício conta que a família mantém uma espécie de tonel no quintal, onde é colocado o lixo seletivo. Assim, despejam os resíduos diretamente no container da Codeca em frente à residência.
– Com isso, facilitamos o trabalho de quem recolhe o lixo e deixamos de usar milhares de sacolas plásticas – complementa.
O estudante ressalta a importância de pequenas atitudes para tornar o mundo melhor:
– Acredito que o exemplo da minha família possa ser passado para outras pessoas. É muito simples: dois lixinhos em cima da pia, um para cada tipo de resíduo, e estamos ajudando o meio ambiente – completa.


Bom feriado a todos!

Bueno, 20 de setembro é feriado. Provavelmente hoje será meu último dia de postagens antes do feriado. Logo mais pego minha mala e minha cuia e me bandeio pra casa dos meus pais, fico por lá até quarta-feira, recarregando as energias. A semana que passou foi cheia, iniciou as atividades de cultivo do nosso projeto de cebola em diferentes compostagens. Aulas a todo vapor, pois se aproximam as provas. No fim das contas caio no meu velho dilema, o tempo, falta tempo pra fazer tudo o que preciso e mais o que tenho vontade.
Deixo um vídeo com a história desse nosso povo, com nossa música gostosa de ouvir, ao fundo, só de ouvir da vontade de sair dançando. Que coisa mais linda um Chamamé bem dançado. Louco de Bueno tchê!!!

E um pouco do que é ser GAÚCHO!


Pra completar vejam a charge do Pioneiro de hoje:

Bom feriado a todos!!!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

O velho, o menino e a mulinha

O decorrer da vida nos ensina muito, ou pelo menos tenta nos ensinar. Porque na maioria das vezes repetimos as mesmas burrices. Uma das coisas que aprendi na escola, e que eu nunca vou esquecer, é que não podemos agradar todo mundo. Aprendi isso através de uma fábula e esses dias passei por uma situação em que tentei fazer a mesma coisa de maneiras diferentes porque as pessoas me criticavam, me estressei demais e nessa hora lembrei-me da fábula e quero dividi-la com vocês.



O velho chamou o filho e disse:
- Vá ao pasto, pegue a bestinha ruana e apronte-se para irmos à cidade, que quero vendê-la.
O menino foi e trouxe a mula. Passou-lhe a raspadeira, escovou-a e partiram os dois a pé, puxando-a pelo cabresto. Queriam que ela chegasse descansada para melhor impressionar os compradores.
De repente,
- Esta é boa! - exclamou um viajante ao avistá-los. O animal vazio e o pobre velho a pé! Que despropósito! Será promessa, penitência ou caduquice?...
E lá se foi a rir.
O velho achou que o viajante tinha razão e ordenou ao menino: - Puxa a mula, meu filho. Eu vou montado e assim tapo a boca do mundo.



Tapar a boca do mundo, que bobagem! O velho compreendeu isso logo adiante, ao passar por um bando de lavadeiras ocupadas em bater roupa num córrego.
- Que graça! - exclamaram elas. a marmanjão montado com todo o sossego e o pobre menino a pé... Há cada pai malvado por este mundo de Cristo... Credo!...
O velho danou e, sem dizer palavra, fez sinal ao filho para que subisse à garupa.
- Quero só ver o que dizem agora...
Viu logo. O Zé Biriba, estafeta do correio, cruzou com eles e exclamou:
- Que idiotas! Querem vender o animal e montam os dois de uma vez... Assim, meu velho, o que chega à cidade não é mais a mulinha; é a sombra da mulinha...
- Ele tem razão, meu filho, precisamos não judiar do animal.
Eu apeio e você, que é levezinho, vai montado.



Assim fizeram, e caminharam em paz um quilômetro, até o encontro dum sujeito que tirou o chapéu e saudou o pequeno respeitosamente.
- Bom dia, príncipe!
- Por que príncipe? - indagou o menino.
- É boa! Porque só príncipes andam assim de lacaio à rédea... - Lacaio, eu? Esbravejou o velho. Que desaforo! Desce, desce, meu filho, e carreguemos o burro às costas. Talvez isto contente o mundo...



Nem assim. Um grupo de rapazes, vendo a estranha cavalgada. acudiu em tumulto, com vaias:
- Hu! Hu! Olha a trempe de três burros, dois de dois pés e um de quatro! Resta saber qual dos três é o mais burro...
- Sou eu! - replicou o velho, arriando a carga. Sou eu, porque venho há uma hora fazendo não o que quero mas o que quer o mundo. Daqui em diante, porém, farei o que me manda a consciência, pouco me importando que o mundo concorde ou não: Já vi que morre doido quem procura contentar toda gente...

(Monteiro Lobato. Fábulas. São Paulo, Brasiliense, 1994, 7. ed. p 12 e 13.)

Semana Farroupilha em filme ou livro

Pra quem ainda não viu, é uma boa pedida, aproveitar os festejos da Semana Farroupilha e se deliciar um pouco mais com nossa história vendo A casa das Sete Mulheres. foi uma minissérie brasileira produzida pela Rede Globo e exibida entre 7 de janeiro e 8 de abril de 2003, às 23 horas, totalizando 52 capítulos.

Foi escrita por
Maria Adelaide Amaral e Walter Negrão, com colaboração de Lúcio Manfredi e Vincent Villari, baseada no romance homônimo da escritora gaúcha Letícia Wierzchowski, e dirigida por Teresa Lampreia, com direção geral de Jayme Monjardim e Marcos Schechtmann, e direção de núcleo de Jayme Monjardim.

A minissérie apresentou
Eliane Giardini, Camila Morgado, Samara Felippo, Mariana Ximenes, Daniela Escobar, Nívea Maria e Bete Mendes como as Sete Mulheres, e ainda Thiago Lacerda, Giovanna Antonelli e Werner Schünemann, como os grandes heróis da Revolução Farroupilha, vivendo seus personagens figuras verídicas, que complementaram a história do país, sendo os mesmos, grandes ícones nacionais.

A saga está disponivel em DVD e pode ser adquira on-line, pode baixar ou fazer uma compra virtual.





E pra quem preferir ler, pode procurar o o livro do qual a minisérie foi adaptada, A casa das sete mulheres, de Leticia Wierzchowski .
Fica a dica!
;-)

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Hino do Rio Grande do Sul

Nosso Hino, letra e música.
Acho muito lindo e gostoso de ouvir!




O Hino Rio-Grandense é o hino oficial do estado do Rio Grande do Sul. Tem letra de Francisco Pinto da Fontoura, música de Comendador Maestro Joaquim José Mendanha e harmonização de Antônio Corte Real. A obra original possuía uma estrofe que foi suprimida, além de uma repetição do estribilho, pelo mesmo dispositivo legal que a oficializou como hino do estado - A lei nº 5.213, de 5 de Janeiro de 1966.

Oficialmente existe o registro de três letras diferentes para o hino, desde os tempos da Revolução Farroupilha até aos nossos dias, até que finalmente foi resolvido, por uma comissão abalizada qual seria a versão oficial, pouco antes dos festejos do Centenário da Revolução Farroupilha.

Hino Rio-Grandense
Como aurora precursora
Do farol da divindade
Foi o 20 de Setembro
O precursor da liberdade

Mostremos valor constância
Nesta ímpia e injusta guerra
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda Terra

De modelo a toda Terra
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda Terra

Mas não basta pra ser livre
Ser forte, aguerrido e bravo
Povo que não tem virtude
Acaba por ser escravo

Mostremos valor constância
Nesta ímpia e injusta guerra
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda Terra

De modelo a toda Terra
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda Terra

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Revolução Farroupilha

Um pouco de nossa história e as fontes onde pesquisei pra quem quiser aprofundar o conhecimento.


A Revolução Farroupilha, iniciada em 20 de setembro de 1835, e que durou cerca de 10 anos, envolveu sucessivos combates. Segundo os historiadores, cerca de 20 mil homens e mulheres em luta, resultando na morte heróica de aproximadamente 3.500 pessoas, em sua maioria revolucionários.
Demarcada como uma das mais extensas rebeliões deflagradas no Brasil, a Revolução Farroupilha contou com uma série de fatores responsáveis por esse conflito que desafiou as autoridades imperiais. Naquele período, a insatisfação junto às políticas imperiais e a proximidade das jovens repúblicas latino-americanas demarcaram o contexto inicial do conflito.
Unindo e mobilizando os farrapos, sob a liderança de homens e mulheres do porte de Bento Goançalves, Giuseppe Garibaldi, David Canabarro, Antônio da Silva Neto, Domingos Crescêncio e Anita Garibaldi, estava o sentimento de rebeldia contra a centralização do Poder Federal, que se manifestava, de forma especial, na espoliação econômica da região. Entre as principais causas do levante, estavam a penalização dos produtos agropecuários, especialmente o charque, com altos impostos e, também, a expropriação e desvio dos recursos acumulados no Estado, até mesmo para pagar dívidas federais junto à Inglaterra.
Mas, além disso, a Revolução Farroupilha transformou-se em um momento de construção e afirmação dos princípios sociais, políticos, econômicos, culturais, e, talvez, principalmente ideológicos, que orientam a sociedade gaúcha até hoje. Apesar da guerra, do ataque constante do poder imperial, os rebeldes farrapos mantiveram a atividade econômica, desenvolveram as estruturas de poder, tanto civil quanto militar, e introduziram revolucionárias práticas democráticas.
Em 1837 e 1838, libertaram os escravos, que haviam participado da revolução; reduziram os impostos sobre exportação e restabeleceram o imposto sobre importação de gado; criaram uma fábrica de arreios e outra de curtir couros e promoveram o recenseamento da população. Ainda, dentre as medidas mais importantes, institui-se a Assembléia Constituinte e o sistema eleitoral baseado no sufrágio universal, com voto obrigatório e apuração perante o povo reunido.
Fonte:

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Semana Farroupilha

Inicia hoje em Caxias do Sul, no Parque de eventos da Festa da Uva, as comemorações à Semana Farroupilha, que seguem até dia 20 de setembro. Semana que comemora a tradição gaúcha mobiliza todo o estado, estimula o uso de pilchas a quem não costuma usar no dia-a-dia e com certeza faz o segue correr com mais vigor  nas veias dos fervorosos gaudérios.
Semana Farroupilha de 2011 tem como tema “ Nossas raízes”. O evento é promovido pela Prefeitura da cidade, o 12º Batalhão de Polícia Militar e a 4ª Coordenadoria Regional de Educação (4ª CRE).
O tema tem como objetivo explorar a história do Rio Grande do Sul e buscar indicadores da identidade do povo gaúcho. A ideia é explorar as raízes da formação sócio-cultural do gaúcho sul-rio-grandense através dos seguintes momentos da nossa história: Os jesuítas no território gaúcho; a terra de ninguém; a fundação da província; os açorianos e a fundação de porto alegre; época das charqueadas (1780 - 1840); a organização administrativa da província; colonização - primeira fase; revolução farroupilha; na defesa nacional; revolução federalista; a colonização – segunda fase – completa-se o gaúcho e gauchismo: culto e prática.

Veja a programação completa  

Dia 07/09 - Quarta-feira

08h – Recepção e organização de acampamentos

Dia 08/09 - Quinta-feira
20h30min – Espetáculo Xiru Pereira e Grupo
22h – Espetáculo Cristiano Quevedo

Dia 09/09 – Sexta-feira

20h30min – 1ª Mostra da Gaita Gaúcha
22h – Espetáculo Pedro Ortaça
23h – Baile com Criado em Galpão

Dia 10/09 – Sábado

14h – 1ª Mostra de Dança Tradicional – Mirim e Juvenil
20h – 1ª Mostra da Gaita Gaúcha
21h30min – Espetáculo Robson Boeira
22h30min – Espetáculo com Elton Saldanha
23h30min – Baile com João Luiz Corrêa

Dia 11/09 – Domingo

10h – 1ª Mostra de Dança Tradicional – Veterana e Adulta
20h – Espetáculo com César Oliveira e Rogério Melo

Dia 12/09 - Segunda-feira

08h30min – Atividades culturais com as escolas
14h30min – Atividade culturais com escolas
21h – Espetáculo com Xiruzinho

Dia 13/09 – Terça-feira

08h30min – Atividade culturais com escolas
14h30min – Atividade culturais com escolas
20h– Espetáculo com Daniel Barros
21h – Espetáculo com Maiquinho do Acordeom e Grupo Tropeada
22h – Espetáculo com Juliana Spanevello

Dia 14/09 – Quarta-feira

08h30min – Atividade culturais com escolas
14h30min – Atividade culturais com escolas
20h – Espetáculo com Ernesto Nunes
21h – Espetáculo com Shana Müller
22h30min – Espetáculo com Beto Mayer

Dia 15/09 – Quinta-feria

08h30min – Atividade culturais com escolas
14h30min – Atividade culturais com escolas
20h30min – Espetáculo com Os Campeiros
21h30min – Espetáculo com Walther Morais

Dia 16/09 – Sexta-feira

08h30min – Atividade culturais com escolas
14h30min – Atividade culturais com escolas
20h – Festival César Passarinho
22h – Espetáculo com Joca Martins
23h30min – Baile com Os 4 Gaudérios

Dia 17/09 – Sábado

14h – Concurso de Gaita
15h – Concurso de Violão
16h – Fandango da Serra (Concurso de Dança de Salão)
22h30 – Espetáculo com Mano Lima
23h30min – Baile com Os Tiranos

Dia 18/09 – Domingo

10h – Missa Crioula
14h30min – Espetáculo dos Grupos Projeção e Folclore
17h – Desfile temático
19h30min – Espetáculo com Porca Véia

Dia 19/09 – Segunda-feira

19h – Concurso de Declamação – Feminino e Masculino
21h – Espetáculo com Jari Terres
22h30min – Espetáculo com Leonel Gomes

Dia 20/09 – Terça-feira

14h – Concurso Intérprete Vocal – Masculino e Feminino
16h – Concurso Grupo Vocal – (Entidades)
19h – Espetáculo com Luiz Marenco

Programação campeira

Dia 06/09 – Terça-feira

14h – Cavalgada Integração de Caxias do Sul a Farroupilha

Dia 07/09 – Quarta-feira

08h – Cavalgada Integração de Farroupilha a Nova Roma do Sul
14h – Cavalgada Integração de Nova Roma do Sul a Nova Pádua

Dia 08/09 – Quinta-feira

08h – Cavalgada Integração de Nova Pádua a Flores da Cunha
14h – Cavalgada Integração de Flores da Cunha a São Marcos

Dia 09/09 – Sexta-feira

08h – Cavalgada Integração de São Marcos a Vila Seca
14h – Cavalgada Integração de Vila Seca a Caxias do Sul
16h – Laço Taça In Memoriam ao Sr. Amarildo Rankrapes e Sr. Manuel F. dos Santos

Dia 10/09 – Sábado

08h30 – Laço Campeonato Municipal
09h – Cavalgada Integração da UCS aos Pavilhões da Festa da Uva
11h30min – Abertura Oficial da Semana Farroupilha
12h30min – Continuação do Campeonato Municipal
17h30min – Prova do Chasque, Prova de Pealo Paleta, Bolcado e Sobrelombo
20h – Apresentação do Grupo de Cavalhada de Cazuza Ferreira

Dia 11/09 – Domingo

08h – Laço Campeonato Municipal, final de Equipes, Patrão, Capataz e Individual. Prova do Couro e Prova do Cepo.

Dia 12/09 – Segunda-feira

17h – Prova de Patrão
19h – Prova 6 Balizas (Aberta, Infantil e Amador), Prova 3 Tambores (Aberta, Infantil e Amador)

Dia 13/09 – Terça-feira

18h – Prova Trio de Apartação
Dia 14/09 – Quarta-feira

16h – Laço Vaqueano, Laço Veterano, Laço Coordenadoria, Laço Taça Universitária e Laço Trio

Dia 15/09 – Quinta-feira

10h30min – Laço Sênior, Laço Taça Quarto de Milha, Laço Taça Cavalo Crioulo e Laço Taça Cabanha Hulha Negra
Dia 16/09 – Sexta-feira

09h – Laço Patrão, Laço Capataz, Laço Dupla de Irmãos e Laço Taça Cidade de Caxias do Sul
18h – Gineteada
19h30min – Laço Integração de Raças (30 duplas convidadas)

Dia 17/09 – Sábado

08h – Laço Piá, Laço Guri, Laço Pai e Filho e Laço Duplas
16h – Laço Vaca Parada, Pia-zinho e Piazito
18h30min – Gineteada
20h – Laço em Pelo

Dia 18/09 – Domingo

08h – Laço Prenda e Laço Duplas
17h – Desfile temático
19h30min – Gineteada

Dia 19/09 – Segunda-feira

14h – Prova de Rédeas: Piá, Guri e Adulto. Prova de Rédeas Prenda idade de Piá, Guri e Adulto. Laço Duplas
19h – Gineteada

Dia 20/09 – Terça-feira

08h – Final do Laço Duplas forças C, B e A. Seleção das Chaves A, B e C. Seleção dos Municípios que Compõem a 25ª RT.
18h – Final da Gineteada


Fonte: http://www.hagah.com.br/especial/rs/semana-farroupilha-2011/19,1110,3458260,Confira-a-programacao-da-Semana-Farroupilha-de-Caxias-do-Sul.html